sexta-feira, 6 de novembro de 2015

E de resto por cá...

As coisas têm andado muito complicadas, o que me tem ausentado da escrita (e da leitura também, apesar dessa ainda ir dando um olhinho aqui e ali...).

Pois lembram-se daquele carro enorme que eu comprei antes do nascimento dos gémeos? Pois que o dito cujo é de humores, e agora só anda quando lhe apetece... Isso faz com que esteja parado na oficina... Completamente parado. Isso também faz com que tenhamos que nos arranjar com o outro carro da família, que é nem mais nem menos que um Fiat Panda...
Como devem calcular por 3 cadeiras de bebé num carro deste tamanho é complicado... Levar carrinhos e tralhas é impensável, por isso imaginem a logística...
Tem-nos safado um velho carro de família, que é tão velho que nem se podem lá montar as cadeiras de crianças, e não anda a mais de 80kms/h e a descer, mas tem dado para nos arranjar-mos...

Quando disse que o nosso carro estava completamente parado, repeti-o duas vezes propositadamente, isto porque nem está a ser alvo de nenhuma intervenção... Não sabendo qual é a avaria, apenas me informaram que o carro tem problemas de motor (isto é certo que tem, que eu já o tinha notado) e seria necessário abrir o mesmo, ou seja, a reparação iria ficar entre 1500€ e 4000€ (um bocadinho menos se for eu a fazer, mas e o tempo???). Só que os problemas do carro podem não ficar por aqui, e se avançar-mos para a injecção, porque um dos sintomas também aponta para problemas nesta área, iria ter uma despesa adicional na casa dos 1000€. Claro que eu tenho plena confiança no mecânico onde tenho o carro, e somando os valores que falei acima, mais os 10 anos que já tem, e os 200.000kms que já rodou (segundo o conta kms, porque também me mostraram alguns indícios que o carro teria ido ao dentista arrancar kms, mas isso nem quis aprofundar) pelo que não duvidei quando ele que me aconselhou a vender o carro enquanto ainda anda (quando está de bom humor).

Assim, e para não tornar a correr riscos com carro usados sem que se saiba o historial, fomos procurar alternativas... As opções não são muitas, principalmente quando o orçamento é limitado como o nosso. Com algum esforço chegamos à conclusão que conseguiríamos comprar o monovolume mais barato do mercado novo, e essa foi a nossa opção... Assim, neste momento estou à espera da entrega de um Dacia Lodgy, sem equipamento nenhum para além do Ar Condicionado, e que devemos ir levantar no final de Novembro. Até lá temos que nos ir aguentando como estamos, sob pena de o outro dar o berro de vez e me desvalorizarem o pouco que ainda valorizaram a retoma.

2 comentários:

VerdezOlhos disse...

Pois, comprar carros usados é sempre uma lotaria mas quando não se tem muita possibilidade tem de ser. Eu tenho o meu com 145mil e comprei-o com 112mil, por acaso não faço ideia de mudaram a correia, que deveria ser aos 90mil. Oxalá tenham mudado mas se não o tiverem feito? Como sei? É um dos muitos riscos de não conhecer o historial de um carro :/

Espero que tudo se componha, ainda bem que já arranjaram uma solução. Fazem um esforço extra mas pode ser que fiquem mais descansados (esperemos) que com 3 crianças pequenas é sempre uma verdadeira aventura andar em carros pequenos ou com pouco espaço.
Beijinhos e boa sorte!

Timido disse...

Pois,

É sempre uma lotaria... No meu carro anterior, como não sabia a primeira coisa que fiz foi precisamente trocar-lhe a distribuição, mas neste foi trocada quando comprei o carro (eu vi o processo), mas deve ser trocada a cada 60.000kms, e o carro tem 40.000kms nas minhas mãos, e neste carro isso significa praticamente 1000€. Um bom mecânico consegue dar uma espreitadela e ver o estado da mesma, mas mesmo isso não significa que não possa partir...

Vai ser um esforço mas é uma coisa que tem mesmo que ser, nós não podemos ficar sem aquele carro, e nem podemos ter que andar com os 2 para todo o lado (até porque o 2º carro também não está nada famoso)...

Obrigado...

Beijinhos.